Câmara derruba veto sobre autofinanciamento eleitoral; senadores ainda votarão o texto


A Câmara dos Deputados rejeitou, nesta quarta-feira (13/12), por 302 votos a 12, o veto a dispositivo do Projeto de Lei 8612/17 que permitia ao candidato fazer doações para a própria campanha até os limites de gastos estabelecidos na Lei 9.504/97.
O veto precisa ser analisado ainda pelo Senado. Somente com o voto contrário de ao menos 41 senadores o veto será derrubado.
O item vetado é um artigo que revogava a permissão para doações até o limite da campanha para o cargo disputado. Assim, não há mais essa possibilidade de doação do próprio candidato até o teto, prevalecendo o limite de 10% de seus rendimentos como pessoa física.
Se confirmada a derrubada do veto, também é retirado do texto legal teto de gastos de campanha equivalente a 70% do maior gasto declarado na eleição passada para cada cargo em disputa.


Por: Agência Câmara Notícias

Comentários